Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Pimentel: indicadores mostram reação dos investimentos

Indicadores recentes mostram reação dos investimentos no quarto trimestre de 2013, afirmou nesta terça-feira, 12, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel. A avaliação do governo é de que os números desses indicadores no período outubro-dezembro compensarão o resultado não tão "exuberante" no terceiro trimestre de 2013.

EDUARDO CUCOLO, Agencia Estado

12 de novembro de 2013 | 18h04

"Ainda hoje, estávamos na reunião do Conselho do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e vimos os indicadores mais recentes. O banco tem um acompanhamento bem preciso disso porque quase todas as operações de financiamento de bens de capital passaram por ele. Há uma reação muito forte em outubro. No início de novembro, também", afirmou. "O terceiro trimestre, em que houve queda, vai ser superado em larga medida desse último trimestre do ano. Estou seguro que vamos ter uma taxa de investimento maior que a do ano passado", disse.

Pimentel afirmou ainda que a economia do Brasil entrará em 2014 "com o avião decolando" e que o próximo ano será de muito crescimento, baseado no investimento. Em relação ao câmbio, ele disse que o Banco Central (BC) estabeleceu mecanismos de "flutuação vigiada", numa ação que foi bem-sucedida. "Não deixou que o real valorizasse demais nem que desvalorizasse demais. É isso que temos de fazer: acompanhar." Pimentel participa do Simpósio Brasileiro de Políticas Públicas para o Comércio e Serviços (Simbracs 2013).

Tudo o que sabemos sobre:
Pimentelindicadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.