Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Piscicultura brasileira soma 392,5 mil toneladas em 2013

Região com maior participação na produção foi o Centro-Oeste, com 26,8%

Daniela Amorim, Agência Estado

16 Dezembro 2014 | 10h05

A produção total da piscicultura brasileira foi de 392,5 mil toneladas em 2013, segundo o levantamento Produção Pecuária Municipal (PPM) 2013 divulgado nesta terça-feira, 17, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A região com maior participação foi o Centro-Oeste, 26,8%.

O levantamento do IBGE investigou pela primeira vez a aquicultura nacional, subdividida em piscicultura (criação de peixes e alevinos), carcinicultura (criação de camarões e suas larvas e pós-larvas), malacocultura (criação de ostras, vieiras e mexilhões e suas sementes) e criação de outros animais aquáticos (rãs, jacarés e outros).

O município de Sorriso/MT foi o maior produtor no ranking nacional, responsável por 21,5 mil toneladas. A espécie mais criada foi a tilápia, correspondendo a 43,1% da produção nacional de peixes.

Os estados do Ceará e Rio Grande do Norte concentravam 78,7% da produção nacional de camarões, com destaque para Aracati/CE, com 8,1 mil toneladas, responsável por 23,9% do total do estado e 12,6% da produção nacional.

A pesquisa mostra ainda que, entre 2012 e 2013, houve aumento na produção de ovos de codorna (20,2%), leite bovino (6,0%), ovos de galinha (4,2%), mel de abelha (4,2%) e lã (0,4%). A exceção ficou com os casulos do bicho-da-seda (-0,8%).

Os valores de produção gerados também tiveram crescimento significativo no período: de 21,0% para o leite; 18,2%, os casulos do bicho-da-seda; 18,2%, lã; 11,3%, ovos de galinha; 9,5%, mel de abelha; e 2,9%, ovos de codorna. O valor da produção desses produtos foi de R$ 41,4 bilhões, sendo o leite responsável por 78,3% desse total e os ovos de galinha, 20,1%.

Mais conteúdo sobre:
ibge

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.