Clayton de Souza e Fabio Motta / Estadão
Clayton de Souza e Fabio Motta / Estadão

Pis/Pasep: Caixa e BB fazem nova rodada de pagamento do abono salarial; confira quem recebe

Valor pode chegar a R$ 1,1 mil; pagamentos para nascidos deste grupo ocorre desde terça para quem tem conta nos bancos

Felipe Siqueira, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2021 | 11h42

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil iniciam uma nova rodada de pagamentos do abono salarial nesta quinta-feira, 11. Para trabalhadores da iniciativa privada, a Caixa disponibiliza o PIS. Desta vez, o pagamento será para não correntistas do banco ou para os que não conseguiram receber o valor nas contas na instituição.

Para servidores públicos, o Pasep está sendo disponibilizado pelo Banco do Brasil, também para quem não tem conta na instituição. Em ambos os casos, para quem é cliente, a liberação se iniciou na terça-feira, 9. Confira, abaixo, quem recebe em cada caso e o valor que pode ser sacado. 

PIS 

A Caixa começa nesta quinta o ciclo de pagamentos do abono salarial para pessoas nascidas entre março e junho e que não são clientes do banco, ou seja, não têm conta na instituição. Inicialmente, o calendário iria contemplar apenas pessoas com registro de nascimento entre março e abril, mas o governo antecipou os recebimentos. 

Para o valor do PIS, de acordo com a estatal, foram abertas contas de maneira automática, no mesmo molde do auxílio emergencial, por meio do aplicativo Caixa Tem. Porém, para casos em que o dinheiro não pôde ser depositado em quaisquer contas da Caixa, seja digital ou física, a partir desta quinta é possível fazê-lo. 

Pasep 

A partir desta quinta, o Banco do Brasil permite que funcionários públicos que não tenham conta no banco saquem o valor do abono salarial. Também houve antecipação no calendário. Com isso, servidores com finais de inscrição 6, 7, 8 e 9 conseguem receber. 

Como sacar o abono salarial?  

No caso do PIS, de acordo com a Caixa, é possível realizar o saque do abono salarial utilizando o Cartão do Cidadão. É necessário ter conhecimento da senha para poder ter acesso à quantia. Isso pode ser feito em terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas e nos Correspondentes Caixa Aqui, além das agências do banco. O prazo final para retirada do dinheiro é 30 de junho. Ao todo, durante o calendário completo de pagamentos do PIS, serão disponibilizados pela Caixa R$ 17 bilhões para mais de 22 milhões de traballhadores. 

Para o Pasep, o pagamento é realizado pelo Banco do Brasil. Os clientes do banco recebem diretamente na conta. Nesse caso, isso ocorreu na terça-feira, 9. Quem não tem conta no BB pode receber via TED ou sacar em qualquer agência, a partir desta quinta. A previsão é que sejam feitos mais de 1 milhão de pagamentos de abonos, totalizando mais de R$ 1 bilhão. 

Quem tem direito ao abono salarial? 

Estão aptos a receber o abono salarial 2020/2021, que tem como ano-base 2019, trabalhadores da iniciativa privada que estejam inscritos no PIS há, pelo menos, cinco anos no programa e que tenha exercido função remunerada sob regime da CLT por, no mínimo, 30 dias em 2019. A renda média não pode passar de dois salários mínimos. Além disso, os dados do trabalhador devem estar corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou no eSocial, conforme a categoria da empresa. 

Para servidores públicos, a dinâmica é semelhante: é preciso estar inscrito no Pasep há, pelo menos, cinco anos, e não ter renda média em 2019 superior a dois salários mínimos. 

Novos valores do abono salarial

Os valores do abono foram atualizados, em razão do ajuste do salário mínimo. Por isso, no calendário 2020/2021, as quantias vão variar entre R$ 92 e R$ 1,1 mil. Confira o valor que será recebido, de acordo com a quantidade de meses trabalhados em 2019. Isso vale tanto para o PIS quanto para o Pasep. 

  • Se trabalhou por 1 mês, irá receber R$ 92 
  • Se trabalhou por 2 meses, irá receber R$ 184 
  • Se trabalhou por 3 meses, irá receber R$ 275 
  • Se trabalhou por 4 meses, irá receber 4 meses: R$ 367 
  • Se trabalhou por 5 meses, irá receber R$ 459
  • Se trabalhou por 6 meses, irá receber R$ 550 
  • Se trabalhou por 7 meses, irá receber R$ 642 
  • Se trabalhou por 8 meses, irá receber R$ 734 
  • Se trabalhou por 9 meses, irá receber R$ 825 
  • Se trabalhou por 10 meses, irá receber R$ 917 
  • Se trabalhou por 11 meses, irá receber R$ 1.009 
  • Se trabalhou por 12 meses, irá receber R$ 1,1 mil 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.