Pitta e Nahas deixam a carceragem da PF

Seis horas depois da concessão de um habeas-corpus por parte do Supremo Tribunal Federa (STF), o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta, o investidor Naji Nahas e outras cinco pessoas também beneficiadas pela decisão judicial deixaram, na madruga de hoje, por volta da uma hora da manhã, a carceragem da sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) na Lapa, zona oeste da capital paulista. Pitta e Nahas passaram duas noites na cadeia, após terem sido presos durante a Operação Satiagraha da PF.Presos na última terça-feira (dia 8), junto com o banqueiro Daniel Dantas, sócio-fundador do Banco Opportunity, Nahas e Pitta receberam do STF liminar em habeas-corpus, no fim da tarde de ontem. Algumas das acusações iniciais a Dantas, Nahas e Pitta eram de desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro, mas o presidente do STF, Gilmar Mendes, considerou que não havia motivo para a prisão.

RICARDO VALOTA, Agencia Estado

11 de julho de 2008 | 07h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.