Piva critica tensão no mercado financeiro

O presidente da Fiesp, Horácio Lafer Piva, acha que o mercado financeiro vem reagindo com exagero à possibilidade de um aumento na taxa de juros americana, apesar de ontem o Federal Reserve (o banco central dos EUA) tê-la mantida inalterada. "Eu, graças a Deus, sou da indústria e estou preocupado em fechar o balanço no fim do dia. Mas o sistema financeiro acaba reagindo de uma forma extraordinariamente emocional", disse Piva, em entrevista ao Conta Corrente, da Globo News. "Na minha opinião, nós devemos jogar um pouco mais no nosso esforço, mas no dia-a-dia, mais no chão de fábrica.Para o presidente da Fiesp, o importante é saber como enfrentar a questão do crescimento econômico, do investimento em infra-estrutura para acabar com os gargalos no sistema produtivo. Neste sentido, ele considera que o governo ainda não conseguiu encontrar o caminho. Perguntado sobre o teor do documento apresentado pelo economista Celso Furtado, num encontro de economistas promovido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Piva considerou-o simplista. No documento, Furtado criticou duramente o governo Lula por insistir em restringir os gastos públicos para atingir sua meta de superávit primário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.