Leo Souza/Estadão - 16/11/2020
Leo Souza/Estadão - 16/11/2020

Pix bate recorde de transações em um dia com o pagamento do 13º salário

Número de transferências chegou a 51,3 milhões na segunda-feira e foi o mais alto para um único dia desde a criação do sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central no ano passado

Thaís Barcellos, O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2021 | 18h25

BRASÍLIA - O Pix, sistema de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central, bateu novo recorde de transações diárias nesta segunda-feira, 20, em meio ao pagamento da segunda parcela do 13º salário. Foram 51,9 milhões de transferências e pagamentos. O recorde anterior tinha sido no dia 10 de dezembro, com 50,3 milhões de transações.

Segundo o BC, a adoção da ferramenta brasileira em seu primeiro ano de existência, completado no dia 16 de novembro, foi a mais rápida do mundo. Até o fim de novembro, as chaves cadastradas já superavam a marca de 360 milhões e mais de 100 milhões de pessoas já tinham feito ou recebido ao menos um Pix. No mês passado, foram 1,2 bilhão de transações, com volume financeiro total de mais R$ 620 bilhões.

O Pix completou um ano em meio a preocupações com a segurança do sistema. Por causa do aumento de sequestros relâmpago e de fraudes relacionadas ao Pix, o BC limitou, em outubro, as transferências a R$ 1 mil entre 20h e 6h. Medidas adicionais de segurança foram adotadas, como o bloqueio, por até 72 horas, do recebimento de recursos por pessoas físicas em caso de suspeita de fraude.

Em setembro, ocorreu o incidente mais sério com o Pix registrado até agora. Uma brecha de segurança no Banco Estadual de Sergipe permitiu o vazamento de 395 mil chaves Pix do tipo telefone. Na ocasião, não foram expostos dados sensíveis, como senhas, valores movimentados e saldos nas contas, mas os números de telefone de clientes capturados por pessoas de fora da instituição, que foi punida pelo BC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.