finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Planalto vence leilão da BR-050 com deságio de 42,38%

O consórcio Planalto venceu a disputa pela rodovia federal 050, que corta os Estados de Goiás e Minas Gerais, ao oferecer um deságio de 42,38% sobre a tarifa básica de R$ 0,07870 por quilômetro. A tarifa oferecida foi de R$ 0,04534 por quilômetro.

WLADIMIR D'ANDRADE E FERNANDA GUIMARÃES, Agencia Estado

18 de setembro de 2013 | 11h05

O consórcio vencedor é formado pelas companhias Senpar, Construtora Estrutural, Construtora Kamilos, Engenharia e Comércio Bandeirantes, Greca Distribuidora de Asfaltos, Maqterra Transportes e Terraplenagem, TCL Tecnologia e Construções, Ellenco Construções e Vale do Rio Novo Engenharia e Construções. Ele disputou o leilão com outros sete interessados.

Os envelopes com as propostas econômicas foram abertos na manhã desta quarta-feira, 18, na sede da BM&FBovespa, na capital paulista.

O trecho licitado tem 436 quilômetros, desde o entroncamento com a BR-040, em Cristalina (GO), até a divisa de Minas Gerais e São Paulo, no município de Delta. As obras de duplicação precisam estar prontas no prazo de cinco anos, com permissão para a concessionária cobrar tarifa só após a conclusão de, ao menos, 10%. A concessão tem prazo de 30 anos.

Também estava previsto para hoje o leilão da BR-262, que cruza os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo. O trecho, porém, não recebeu ofertas de interessados.

Tudo o que sabemos sobre:
concessõesrodoviasBR-050

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.