ANDRE DUSEK/ESTADAO
ANDRE DUSEK/ESTADAO

Planejamento pede revisão dos prazos do novo projeto de repatriação

Para o governo, ideal é que o prazo se encerre até o fim de fevereiro de 2017

Isabela Bonfim, Broadcast

09 Novembro 2016 | 15h40

BRASÍLIA - O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, foi ao Senado pedir que o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), reveja as datas de reabertura do programa de repatriação de recursos de brasileiros no exterior. Para o Planejamento, o ideal é que o prazo se encerre até o fim de fevereiro de 2017.

"Solicitamos a ele que adotássemos, na eventual aprovação da matéria, um prazo até o final de fevereiro, de modo que isso ajude na elaboração da programação orçamentária e financeira de 2017", disse o ministro. Ele pondera que o prazo poderia ser estendido no máximo até 10 de março. 

O governo gostaria de ter ciência da receita advinda do programa em março para poder enviar proposta de orçamento mais adequada ao Congresso. "Concluindo a repatriação até o final de fevereiro, teríamos em março já o valor dessa arrecadação e poderíamos nos programar de uma maneira mais equilibrada o orçamento e a execução de 2017", afirma Dyogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.