Planeje investimentos para não perder com CPMF

Apesar da redução da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) de 0,38% para 0,30%, o rendimento dos fundos continua sendo reduzido pela cobrança do tributo. O investidor deve planejar suas aplicações com cuidado para não perder dinheiro com o desconto da CPMF. Isso porque, com a facilidade oferecida pela liquidez diária na maioria dos fundos de investimento no mercado, o investidor, geralmente, faz uma aplicação sem planejamento e, em seguida, vê-se diante da necessidade de fazer o saque. Caso o saque seja feito antes de 17 dias, o valor será inferior ao que foi investido. É que na aplicação há uma incidência a mais da CPMF, além daquela cobrada normalmente no saque da conta corrente. Isso levando-se em consideração o novo patamar de juros, que proporciona rendimento bruto médio diário de 0,06% nos fundos DI e de renda fixa prefixados. Se o fundo oferece rentabilidade diária inferior a essa, o prazo para resgate e saque da conta corrente com rentabilidade é ainda maior. "O investidor, às vezes, não se dá conta dessa cobrança, porque ela ocorre separadamente da aplicação, é debitada na conta corrente e em data posterior ao investimento, porque o recolhimento da contribuição é semanal", diz Alexandre Ghirghi, da Banco Cidade Asset Management. Incidência de impostos em aplicações de menos de 30 dias A CPMF é cobrada sobre o valor total aplicado, quando o dinheiro sai da conta corrente para o fundo. Caso o resgate seja feito antes de 30 dias, há a cobrança de IOF, que pode roubar até 96% do rendimento, no resgate de aplicações de 1 dia, a 3%, de 29 dias (veja a tabela no link abaixo). Somente em resgates a partir do 30.º dia o tributo deixa de incidir.Além disso, sobre o rendimento, deduzido o IOF, há o Imposto de Renda (IR) de 20%. Nos fundos com liquidez diária, o IR é cobrado mensalmente, no fim de cada mês ou no momento do resgate, o que ocorrer primeiro. Finalmente, no saque da conta corrente, haverá nova cobrança de CPMF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.