Wilton Junior|Estadão
Wilton Junior|Estadão

Plano de aposentadoria da Eletrobras já teve 1.900 adesões

A previsão da empresa é de ter uma economia anual de R$ 920 milhões com a iniciativa

Mariana Sallowicz, O Estado de S.Paulo

27 Julho 2017 | 20h39

RIO DE JANEIRO - O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, disse nesta quinta-feira, 27, que o Plano de Aposentadoria Extraordinária (PAE), lançado em maio, já teve cerca de 1.900 adesões. A previsão da empresa é de ter economia anual com a iniciativa de R$ 920 milhões.

"Devemos chegar perto da nossa meta (de adesões)", afirmou o executivo durante debate promovido pela FGV Energia, no Rio. A previsão de desligamentos com o plano é de 2.262 empregados até novembro.

A estatal de energia pretende reduzir o número de empregados de 23 mil para 11,2 mil, queda de 48%. A meta considera também outras iniciativas além do PAE, como o Programa de Incentivo de Desligamento Administrativo (PID-A).

++ BTG Pactual fará a avaliação dos ativos colocados à venda pela Eletrobras

O programa está sendo implementado simultaneamente na holding e nas empresas Eletrobras CGTEE, Cepel, Chesf, Eletronuclear, Eletronorte, Eletropar, Eletrosul e Furnas. Segundo a companhia, 4.607 empregados são considerados elegíveis ao plano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.