Plano de estímulo do Fed traz risco de inflação--Lacker

O plano mais recente de estímulo monetário do Federal Reserve, banco central norte-americano, pode representar uma ameaça de inflação que poderia atingir a credibilidade da autoridade monetária, afirmou nesta terça-feira o presidente do Fed de Richmond, Jeffrey Lacker.

Reuters

18 de setembro de 2012 | 21h22

Lacker, que discordou de todas as decisões do Fed neste ano, afirmou que se opôs fortemente ao plano de compra de 40 bilhões de dólares em dívida hipotecária por mês. Ele disse que isso equivale à canalização de crédito para um setor específico de uma forma que não é apropriada para autoridades monetárias.

"Eu discordei na questão de um novo programa de compra de ativos porque, em tais circunstâncias, mais estímulo monetário traz o risco de aumento da inflação em uma linha que ameaça a estabilidade das expectativas de inflação", completou Lacker.

(Reportagem de Leah Schnurr)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROFEDLACKER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.