Plano de Obama prevê 4 milhões de vagas

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, disse ontem, em seu pronunciamento semanal por rádio e internet, que após análise da proposta de estímulo à economia em debate por sua equipe de conselheiros econômicos, fica demonstrado a capacidade para se gerar entre 3 milhões e 4 milhões de empregos, dos quais quase 90% poderiam ser criados pela iniciativa privada até 2010. O plano de recuperação de Obama prevê investimentos e incentivos de até US$ 800 milhões para tirar o país da recessão. Inicialmente, havia projeção de criação de até 3 milhões de postos de trabalho.

, O Estadao de S.Paulo

10 de janeiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.