Plano Safra é resposta a crise alimentar, diz Coutinho

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse nesta manhã que o novo Plano Safra, que deverá ser lançado no próximo mês, "vai inaugurar uma nova política, para o Brasil dar uma resposta afirmativa, tanto para a questão dos preços dos alimentos no País como também para ajudar na oferta global de alimentos."Na avaliação de Coutinho, que participa da reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), a atual pressão inflacionária é causada por três fatores principais: o alto preço do petróleo, o dos metais e minerais e o dos alimentos. "Quanto ao petróleo, o Brasil ainda não pode fazer muita coisa, mas podemos fazer, hoje, no caso dos alimentos", declarou Coutinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.