Planos ajudam a economizar com DDD e DDI

O consumidor, quando precisa fazer uma ligação interurbana ou internacional, pode ficar perdido diante da falta de informações a respeito de tarifas telefônicas. São muitas as promoções que duram poucos dias e as tarifas variam de acordo com dia e horário. Para orientar o consumidor, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) oferece em seu site um serviço que informa os preços mais baratos cobrados pelas telefônicas (ver link abaixo). Além disso, muitas delas oferecem planos para assinantes, que acabam barateando os custos das ligações.O serviço oferecido pela Anatel em seu site é útil para quem não faz muitas chamadas interurbanas ou internacionais. Para usar a ferramenta, o internauta digita a cidade em que está, aquela para a qual ele vai ligar, o dia e o horário da ligação. A agência informa, então, quais são as tarifas cobradas pelas operadoras para essa ligação, já acrescidos os impostos.Para quem precisa fazer ligações interurbanas constantemente, as operadoras nacionais oferecem diversos serviços e planos para assinantes. Muitos deles podem representar uma boa economia. A Intelig, que opera pelo código 23, oferece duas opções: o Mais Ligado Intelig, para chamadas interurbanas nacionais, e o País Amigo, para chamadas internacionais. A Embratel, que opera pelo código 21, oferece uma quantidade maior de planos.Vale lembrar que os descontos oferecidos em planos tanto da Intelig quanto da Embratel são feitos com base nas tarifas das próprias operadoras. Portanto, antes de fazer uma assinatura, é bom verificar os preços mais em conta no site da Anatel. Veja também mais detalhes sobre os planos nos links abaixo.Planos da InteligO Mais Ligado Intelig funciona da seguinte maneira: o consumidor cadastra seis números dentro do Brasil para os quais liga com maior freqüência e tem descontos em ligações para esses números em qualquer dia e horário. Não é cobrada taxa de assinatura para o serviço e, de acordo com a operadora, a economia pode ser de até 19,3%. Portanto, em uma ligação interurbana normal em que o consumidor pagaria de R$ 0,43 a R$ 0,47, dependendo dos impostos, no plano, o valor pago vai de R$ 0,35 a R$ 0,38.No plano País Amigo, o consumidor escolhe três países para os quais mais liga e tem descontos que, segundo a Intelig, vão de 19% a 30%, dependendo do país escolhido. O serviço também é gratuito e vale para 31 países.Planos da EmbratelA Embratel oferece uma maior quantidade de planos para o seu consumidor. Para chamadas DDD, pode-se escolher entre o Unidos Via 21, o Muito Mais 21 e o Plano Opção 21.O Unidos Via 21 funciona como os planos da Intelig. O consumidor escolhe três números de telefone para os quais mais liga e recebe 10% de desconto nas chamadas em qualquer dia ou horário. Se ele gastar em DDD mais de R$ 20 mensais, fica isento de cobrança de taxa. Caso gaste menos, deverá pagar taxa de R$ 2.O Muito Mais 21 é um plano em que o cliente compra os minutos em que quer falar. Esses minutos são vendidos em pacotes mensais, o que pode representar uma economia grande se ele realmente usar esses minutos comprados. Não é cobrada taxa de assinatura.O plano Opção 21 é oferecido para ligações concentradas no Estado do assinante. São cobradas tarifas combinadas entre cinco tipos de ligação: de dentro do Estado, de fora do Estado, de dia, de noite, aos finais de semana e feriados. A inscrição é gratuita.Para as chamadas internacionais, o produto oferecido pela operadora é o Passaporte 21. É um plano de assinatura em que o consumidor recebe desconto de até 12% em chamadas limitadas a R$ 72. A assinatura custa R$ 4,99 por mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.