Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Planos de saúde poderão reajustar até 8,71%.

Essa é a taxa máxima estipulada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que vigora até abril de 2002. Quem não aplicou reajuste há mais de um ano pode cobrar uma taxa mais elevada. Qualquer reajuste deve ser analisado e aprovado pela ANS antes de ser repassado aos segurados. Para saber se o porcentual cobrado pelo seu plano está correto, consulte a ANS no site www.ans.gov.br ou no Disque-Saúde: 0800-61-1997.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.