Plantio de canola para biodiesel é estimulado no RS

Estado é o primeiro a receber zoneamento para o grão, que terá zoneamento agrícola na safra 2008

Sandra Hahn, da Agência Estado,

06 de maio de 2008 | 13h38

O cultivo de canola, que já tem o incentivo do mercado, atrelado à indústria de biodiesel, terá o estímulo adicional de contar, pela primeira vez, com zoneamento agrícola na safra 2008 no Rio Grande do Sul. O Estado é o primeiro a receber zoneamento para o grão. O trabalho indica o período adequado de plantio de forma a reduzir riscos climáticos e, com isso, obter melhor rendimento.O plantio foi autorizado entre 15 de abril e 25 de junho em todas as regiões, começando pelo noroeste. Como o zoneamento ficou pronto junto com o início da safra - foi publicado no dia 29 de abril -, é difícil avaliar quanto pode crescer a área cultivada no Estado em 2008, avalia o chefe de pesquisa da Embrapa Trigo, João Leonardo Pires. Na safra passada, o cultivo foi estimado em 30 mil hectares. Em 2009, o interesse pela cultura deve crescer, calcula ele.O valor de compra para esta safra foi definido em R$ 42,00 por saca até a produção de 14 sacas por hectare. Acima deste rendimento, o preço, que foi negociado com entidades rurais, equivale ao valor de mercado da soja mais R$ 1,00/saca. A canola gera o dobro de óleo da soja e tem a vantagem de não competir pela mesma área, pois é cultivada no inverno, ressalta o diretor de operações da fabricante de biodiesel BSBios, Erasmo Carlos Battistella.

Tudo o que sabemos sobre:
CanolaRio Grande do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.