Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Plantio de soja do Brasil avança e já cobre 26% da área--AgRural

O plantio de soja da safra 2011/12 do Brasil atingiu ao final da semana passada 26 por cento da área total, o que indica que os trabalhos estão adiantados em relação à mesma época do ano passado, quando as atividades começaram lentamente pela falta de chuva, informou nesta segunda-feira a consultoria AgRural.

REUTERS

24 de outubro de 2011 | 13h01

O percentual da área plantada indica um crescimento de 11 pontos percentuais na comparação com a semana anterior. Na mesma época do ano passado, o Brasil havia semeado somente 16 por cento de sua área.

A área plantada com soja no Brasil, o segundo produtor e exportador mundial, deverá crescer para até 25 milhões de hectares, segundo o Ministério da Agricultura.

"Com as máquinas trabalhando a todo vapor, Mato Grosso tomou a dianteira do plantio, que avançou 22 pontos na semana e chegou a 45 por cento, bem acima dos 19 por cento de 2010", relatou a AgRural.

No ano passado, o plantio começou mais lento especialmente no Centro-Oeste, com a chegada tardia de chuvas.

Os trabalhos puderam avançar no maior produtor de soja do Brasil na semana passada com um tempo mais seco, depois de período de grande volume de chuvas.

"No Paraná (segundo produtor nacional), a umidade do solo dificultou os trabalhos. Isso limitou o avanço da semeadura, que chegou a 33 por cento, ante 28 por cento sete dias antes."

No Rio Grande do Sul, o terceiro produtor de soja do Brasil, o tempo abriu, "mas ainda foram poucos os produtores que colocaram as máquinas em campo". Apenas 4 por cento da área está semeada, contra 6 por cento na mesma época do ano passado.

Em Goiás, os produtores também aproveitaram a trégua das chuvas, e 33 por cento da área já foi semeada, um salto de 21 pontos em uma semana.

(Por Roberto Samora; edição de Fabíola Gomes)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSSOJAAGRURAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.