Pode faltar energia após 2007, adverte entidade

A oferta de energia ao sistema elétrico está equacionada até 2007 mas, depois desse ano, o País voltará a sofrer o risco de problemas de abastecimento. A avaliação foi feita pelo presidente da Associação Brasileira de Infra-estrutura e Indústria de Base (Abdib), José Augusto Marques, durante a abertura do 3° Fórum Brasileiro de Energia Elétrica, realizado em São Paulo."Até 2007, a Abdib admite que está tudo resolvido. Mas plantamos vento hoje e que pode se tornar tempestade em 2007. E nós não queremos tempestade", discursou. Segundo ele, embora o setor elétrico hoje patine, há grande expectativa para que os agentes públicos e privados encontrem uma alternativa de compartilhamento de investimentos e que isso resulte na expansão do setor. "Temos que buscar eficácia para o modelo de transição", cobrou dos participantes do evento, majoritariamente empresários do setor, e lembrou, posteriormente, que o País já possui 7 mil MW licitados e que ainda não se tornaram obras por incertezas de investimentos.Marques lembrou que energia deve ser um bem disponível, mas não necessariamente "barato", e reiterou sua crença que o aperfeiçoamento do mercado se dará com expansão na base competitiva. O 3° Fórum Brasileiro acontece hoje e amanhã no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.