Poder de compra do trabalhador caiu 0,9% em julho

A inflação vem corroendo o rendimento dos brasileiros. Dados divulgados nesta quinta-feira, 22, pelo IBGE mostram que o poder de compra dos trabalhadores caiu 0,9% na passagem de junho para julho, contabilizando a quinta retração consecutiva. O coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azevedo, explica que a correção salarial não tem conseguido compensar as perdas impostas pelos números de inflação mais salgados este ano. Desde janeiro, a retração do rendimento já é de 0,6%.

MÔNICA CIARELLI, Agencia Estado

22 de agosto de 2013 | 12h49

A pesquisa do IBGE mostra ainda que a maior queda no rendimento foi registrada entre os trabalhadores por conta própria, que amargou uma retração 1,9% na passagem de junho para julho. Já os trabalhadores com carteira assinada no setor tiveram alta de 0,1% na renda, enquanto os sem carteira assinada contabilizaram elevação de 0,5% no período.

Tudo o que sabemos sobre:
IBGEempregojulhopoder de compra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.