Polícia busca quadrilha suspeita de fraudar impostos

O Ministério Público, junto com a Secretaria da Fazenda de Minas Gerais e pelo Banco Central, com apoio da Polícia Militar, procura suspeitos de envolvimento em uma quadrilha especializada em fraudar impostos. A estimativa é de que foram desviados R$ 400 milhões. Hoje devem ser cumpridos 25 mandados de busca e apreensão e 18 de prisão.A Operação Celeiro começou na madrugada de hoje em Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.