Polícia despeja sem-teto de área de Belo Monte

Cerca de 150 famílias que ocupavam área da Eletronorte em Altamira, Pará, foram retiradas ontem pelas polícias civil e militar. Segundo o Movimento Xingu Vivo para Sempre, a ação teria sido violenta e os policiais teriam usado balas de borracha e bombas de gás para despejar os ocupantes. Eram cerca de 150 famílias oriundas de bairros que serão alagados pela construção da Usina de Belo Monte, 40 pessoas foram presas.

Fátima Lessa, O Estado de S.Paulo

24 de junho de 2011 | 00h00

O despejo é o segundo realizado pela polícia naquela área. No dia anterior, cerca de 120 famílias foram retiradas e três pessoas foram detidas. Segundo testemunhas, a PM usou spray de pimenta.

Segundo a Polícia Civil, a área urbana ocupada pertence à Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A (Eletronorte), na parte alta da cidade de Altamira.

A Polícia Militar do Pará não permitiu que a imprensa acompanhasse a operação de retiradas das famílias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.