Polícia Federal já pediu transferência de Edemar

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) já recebeu o pedido de transferência do ex-controlador do Banco Santos Edemar Cid Ferreira para uma penitenciária estadual. A SAP agora analisa qual cadeia poderá recebê-lo, já que Edemar deverá ficar em cela especial, por possuir ensino superior. Ele está, desde a tarde da última sexta-feira preso na superintendência da Polícia Federal, em São Paulo. Nesta segunda, o ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira teve, por volta das 3 horas da madrugada, seu pedido de habeas corpus indeferido pela desembargadora do Tribunal Regional Federal em São Paulo (TRF/SP) Ana Maria Pimentel. Sua prisão preventiva foi decretada pelo juiz da 6ª Vara Criminal Federal em São Paulo, Fausto De Sanctis, a pedido do Ministério Público. A legação foi a de que o ex-banqueiro havia escondido obras de arte do acervo que mantinha em sua mansão, na sede do banco e em um galpão no bairro do Jaguaré, na zona oeste da capital, que deveriam ter sido entregues à Justiça. Edemar também é acusado de obstrução das investigações.Alegando que a prisão é ilegal e que os quadros configuram uma questão civil, não implicando em prisão, seu advogado, Arnaldo Malheiros Filho, havia entrado com o pedido de habeas corpus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.