Polícia Federal prende 4 por fraudes contra o INSS na BA

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje, em Salvador (BA) e em Santo Antonio de Jesus, cidade localizada a 201 quilômetros da capital baiana, quatro pessoas acusadas de comandar um esquema de fraudes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A operação, chamada Guilhotina, foi baseada em investigações iniciadas em maio do ano passado pela PF, com o apoio do Ministério Público Federal e do Ministério da Previdência Social, e tem como objetivo desmontar uma quadrilha acusada de promover golpes em benefícios de auxílio doença e aposentadoria por invalidez. O prejuízo causado pelas fraudes está sendo apurado pela PF.Foram cumpridos, desde a manhã de hoje, cinco mandados de prisão - um dos acusados morreu há uma semana - e outros nove de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal de Salvador. De acordo com a PF, entre os presos estão servidores do INSS e um médico, que não tiveram os nomes revelados. Além deles, a quadrilha se beneficiaria da colaboração de despachantes, atravessadores e falsificadores, que ainda estão sendo investigados.Segundo as investigações, Balbino Oliveira da Silva, apontado como o chefe da quadrilha, promovia o golpe por meio de falsificação de atestados e relatórios médicos e da criação de vínculos empregatícios falsos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.