Polícia francesa interroga envolvido no caso do Société

Um empregado da corretora Fimat é interrogado hoje pela polícia francesa sobre suas relações com Jérôme Kerviel, o operador suspeito de ter provocado perdas bilionárias no banco francês Société Générale, informaram oficiais da polícia francesa. O homem, que não foi identificado, é suspeito de ter conhecimento das operações não autorizadas de Kerviel no Société, segundo o jornal "Le Monde". Ele foi detido ontem e está sendo interrogado no escritório principal da brigada financeira da polícia francesa. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.