carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Política de juros altos 'é o caminho da morte', diz Alencar

Em abril deste ano, o Copom iniciou o ciclo de aperto monetário da taxa básica de juros

Tânia Monteiro, da Agência Estado,

07 de agosto de 2008 | 12h58

O presidente em exercício, José Alencar, discordou nesta quinta-feira, 7, da avaliação do presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, de que é necessária a manutenção da política de juros altos para combater a inflação. A uma pergunta de um jornalista se este é realmente o caminho, Alencar respondeu: "Este é o caminho da morte." Alencar fez a declaração em entrevista no Palácio do Planalto, após a cerimônia de comemoração dos dois anos da chamada Lei Maria da Penha, que pune a prática de atos de violência contra mulheres. Em abril deste ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) iniciou o ciclo de aperto monetário da taxa básica de juros. Entre aquele mês e julho, quando ocorreu a última reunião do Copom, a Selic foi elevada em 1,75 ponto porcentual.

Tudo o que sabemos sobre:
Juro altoTaxa SelicJosé Alencar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.