Porta-voz do FMI afirma que Brasil pode suportar turbulências

O porta-voz do Fundo Monetário Internacional (FMI), Thomas Dawson, afirmou que os mercados brasileiros estão suportando bem a recente instabilidade macroeconômica internacional. "Há certos aspectos no ambiente global que estão menos amistosos e há mais volatilidade (oscilação) agora", disse Dawson, em entrevista coletiva quinzenal, na sede do FMI, em Washington."Mas se você observar o caso do Brasil, houve uma redução das vulnerabilidades e eu avalio o que está acontecendo como uma resposta adequada à posição de extrema volatilidade do mercado", declarou. Dawson observou que o governo brasileiro tomou medidas no ano passado para aumentar a liquidez de sua dívida, reduzindo a vulnerabilidade da sua taxa de câmbio nesse processo. "Tudo isso provocou ajustes que tornaram mais fácil gerenciar situações de dificuldade", avaliou o porta-voz. "No contexto das condições agitadas do mercado, a performance do Brasil foi muito forte", completou.As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.