finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Porto de Santos tem oito navios parados

O Porto de Santos permanecia, às 15 horas, com oito navios parados por causa da greve dos estivadores, que começou hoje às 7 horas e tem previsão para terminar amanhã no mesmo horário. Segundo cálculos do Sindicato dos Operadores do Porto de Santos (Sopesp), a perda com um navio parado oscila entre US$ 15 mil e US$ 20 mil por dia. Com os oito navios paralisados, o prejuízo de hoje seria, portanto, de cerca de US$ 160 mil. De acordo com a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), quatro navios de granéis líquidos operam mecanicamente. Os outros quatro estão no terminal privativo da Cosipa, não atingido pela greve. Aguardam na barra mais 22 embarcações. Segundo a Codesp, cerca de 50 mil toneladas de carga estão deixando de ser movimentadas com esta paralisação. Os 6 mil estivadores iniciaram greve para forçar os empresários a pagar os reajustes dos dissídios de 1998 e 1999.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.