Portuários da Argentina encerram greve que paralisava embarque de grãos

Confederação Geral do Trabalho de San Lorenzo espera resolver o conflito na segunda-feira, em uma reunião com o chefe do gabinete

REUTERS

18 de julho de 2014 | 22h05

Funcionários do principal porto exportador de produtos agrícolas da Argentina, em greve desde quarta-feira, decidiram suspender no sábado a paralisação que estava interrompendo os embarques de grãos, informou nesta sexta-feira um líder sindical.

A Confederação Geral do Trabalho de San Lorenzo, que congrega a maior parte dos sindicatos da área portuária de Rosário, espera resolver o conflito na segunda-feira, em uma reunião com o chefe do gabinete do governo federal, Jorge Capitanich, disse à Reuters o secretário-geral do sindicato, Edgardo Quiroga.

Se não houver acordo, os trabalhadores vão se reunir na segunda-feira à noite para decidir os próximos passos, acrescentou Quiroga.

O sindicato cobra melhores condições de trabalho e ajuste da taxa de estiva cobrada pela cooperativa do Porto Geral de San Martín, nos arredores de Rosário.

(Reportagem de Eliana Raszewsk)

Tudo o que sabemos sobre:
ARGENTINAGREVEFIM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.