Portugal anuncia 20 bilhões de euros para ajudar bancos

Com medida, ministro das Finanças pretende criar condições que permitam financiar a atividade econômica

AE, Agencia Estado

12 de outubro de 2008 | 12h38

O governo de Portugal anunciou um pacote de 20 bilhões de euros para ajudar bancos em dificuldade diante da crise financeira global. "A fim de reforçar nosso sistema financeiro, o governo decidiu liberar uma garantia inicial para as operações financeiras das instituições de crédito com sede em Portugal", afirmou o ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, após uma reunião ministerial que discutiu a situação.Embora tenha classificado o sistema financeiro português como "sólido", o ministro disse que a medida era necessária devido à crise global que secou os empréstimos interbancários e ameaça a economia como um todo. "Nos mercados interbancários nacionais e internacionais, os financiamentos foram fortemente reduzidos", justificou.Segundo o ministro, a medida tem o objetivo de facilitar o acesso dos bancos à liquidez e criar "condições que os permita financiar a atividade econômica". "Basicamente, a garantia significa que, se uma instituição bancária é incapaz de cumprir seus compromissos, o Estado assume a responsabilidade", explicou Santos.O anúncio é feito no momento em que líderes europeus se reúnem em Paris em busca de uma solução coordenada de resgate do sistema financeiro antes da reabertura dos mercados nesta segunda, 13.A Europa parece decidida a seguir os passos do Reino Unido no sentido de oferecer recursos não apenas para ajudar bancos em crise, mas para garantir empréstimos de curto prazo entre instituições financeiras e dar movimento aos mercados de crédito. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
crisebancosPortugal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.