carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Portugal deve reduzir investimentos no Brasil

O primeiro-ministro de Portugal, José Manoel Durão Barroso, disse hoje que pode haver uma redução nos investimentos portugueses no Brasil, pois o país quer adotar uma política de diversificação nos investimentos de suas empresas. "Não é nada contra o Brasil. Trata-se de uma política de diversificar nossas relações comerciais", afirmou Durão. Atualmente, Portugal é o terceiro maior investidor no Brasil, depois dos Estados Unidos e Espanha. Mais de 50% dos investimentos portugueses estão concentrados no Brasil, de acordo com dado do Ministério das Finanças de Portugal. Fernando Henrique transmitiu hoje a Durão Barroso sua expectativa de que o próximo governo irá manter os contratos em vigor e todos os compromissos internacionais. "Os governos, tanto este como o próximo, têm coincidência plena nesta matéria de que todos os contratos devem ser respeitados assim como Lei de Responsabilidade Fiscal e todos os compromissos externos do Brasil", disse Fernando Henrique, respaldado, segundo ele, em declarações que ouviu do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. Tanto Fernando Henrique como Durão Barroso manifestaram sua confiança na manutenção das relações entre Brasil e Portugal a partir de 1º de janeiro, apesar da mudança de governo. Durão Barroso acrescentou que Portugal confia nas instituições democráticas brasileiras e na solidez da economia do Brasil. Durão Barroso disse que não pretende alterar a política de apoio aos subsídios agrícolas adotada pelos países da União Européia. Fernando Henrique destacou que, apesar das barreiras, o Brasil tem conseguido aumentar suas exportações. "Nós vamos continuar no lema de ´água mole em pedra dura tanto bate até que fura´. Parece que não é tão dura assim, porque já estamos furando mesmo sem uma revisão da política de subsídios", disse o presidente. Fernando Henrique e Durão Barroso participaram da reunião plenária da VI Cimeira Luso-Brasileira no hotel Palácio de Seteais. O presidente brasileiro será homenageado com um almoço no Palácio da Vila de Sintra. À noite, Fernando Henrique será homenageado com um jantar pelo presidente português, Jorge Sampaio, em Lisboa.

Agencia Estado,

11 de novembro de 2002 | 12h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.