Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Portugal nega convite para presidir o BC; Meirelles não fala

O secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Murilo Portugal, negou que tenha sido convidado para ocupar a presidência do Banco Central, em substituição a Henrique Meirelles. "Nunca ninguém conversou sobre isso comigo. São especulações cuja origem eu desconheço", afirmou.Ele lembrou que quando foi convidado pelo ministro Antonio Palocci para ocupar a secretaria-executiva, Meirelles o estimulou e incentivou a aceitar o convite. Ao ser indagado se aceitaria um eventual convite, Portugal desconversou e fez elogios à atuação de Meirelles.Em Brasília, Henrique Meirelles deixou o prédio do Ministério da Fazenda, onde teve encontro com Palocci, sem falar sobre o assunto. "Não vou falar nada hoje, não. Já falei muito ontem", disse.Ele se referia ao depoimento que prestou quinta-feira no Congresso, em audiência conjunta de seis comissões, quando falou sobre as atividades do Banco Central e foi poupado de questionamentos sobre as suspeitas de envolvimento em sonegação, evasão de divisas e crime eleitoral.

Agencia Estado,

01 de julho de 2005 | 16h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.