Postos de gasolina realizam prática abusiva

Alguns postos de gasolina costumam cobrar tarifas diferenciadas para pagamento à vista em dinheiro e cartão de crédito. A prática é abusiva, alertam as entidades de defesa do consumidor. Por isso, é importante registrar queixa caso isso ocorra (veja matéria no link abaixo).O problema é que muitos consumidores desconhecem seus direitos. Foi o que ocorreu com o designer Carlos Eduardo Junqueira Franco. "Eu não sabia que cobrar preço diferente para o pagamento com cartão era errado." O problema ocorreu quando ele foi a um posto de gasolina abastecer o carro. "O frentista me perguntou se eu ia pagar em dinheiro ou cartão e explicou que o preço era diferente." Havia, como em muitos estabelecimentos, bombas de combustível com tarifação diferenciada para o pagamento à vista ou a prazo. "E o pior é que já vi vários outros postos de gasolina fazendo a mesma coisa." Mas nesse estabelecimento a situação era ainda mais grave: o posto cobrava preços diferentes até para o pagamento com cartão de débito automático. Na ocasião, o designer optou por pagar em dinheiro, mas já houve vezes em que chegou a pagar preço diferente no cartão, à vista. Foi conversando com um amigo que Franco descobriu que a prática era ilegal e que estava sendo lesado. "Agora, não me deixo mais enganar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.