Postura do BCE ajuda estabilidade de preços, diz Trichet

A atual política monetária do BancoCentral Europeu (BCE) ajudará a alcançar no médio prazo aestabilidade dos preços na zona do euro, disse nestaquinta-feira o presidente do banco, Jean-Claude Trichet. Mais cedo, o BCE anunciou a manutenção da taxa básica dejuros em 4 por cento pelo nono mês consecutivo, e analistasafirmaram que os comentários de Trichet marcam um pequeno passoem direção a um viés de afrouxamento monetário. "Não tivemos, absolutamente, nenhum pedido tanto paraelevar quanto para reduzir os juros, nós fomos unânimes", disseTrichet em entrevista coletiva após a reunião mensal doConselho Diretor. "Nós acreditamos que as atuais medidas de políticamonetária vão... levar ao objetivo de estabilidade dos preços esólida ancoragem das expectativas de inflação no médio prazo." Aurelio Maccario, economista do Unicredit MIB, em Milão,disse que isso representa uma ligeira mudança na postura doBCE. "Ele está dizendo que o atual posicionamento é adequado, eisso me parece outro pequeno passo rumo à adoção de um viés dealívio monetário", afirmou. O BCE se recusou até aqui a se juntar a Estados Unidos,Canadá e Grã-Bretanha nos cortes de juros, mostrando-se maispreocupado com a inflação na zona do euro do que com oenfraquecimento do crescimento econômico. A inflação anualizada na região de 15 países atingiu orecorde de 3,2 por cento em janeiro e fevereiro, bem acima dameta do BCE de manter a taxa abaixo, mas perto, de 2 por cento. "Os fundamentos econômicos da zona do euro são sólidos edados macroeconômicos apontam para moderação, mas commanutenção, do crescimento real do PIB, ainda que o nível deincerteza resultante da turbulência financeira continue alto",disse Trichet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.