Poupança alcança saldo recorde de R$ 240 bi no País

A captação de fevereiro foi 16,84% maior que a registrada em igual mês de 2007

Adriana Fernandes, da Agência Estado,

07 de março de 2008 | 12h44

A caderneta de poupança cresceu pelo 18º mês consecutivo em fevereiro. Dados do Banco Central divulgados nesta sexta-feira, 7, mostraram que os depósitos superaram os saques em R$ 1,388 bilhão no mês passado. Com as novas aplicações, o total investido na mais tradicional aplicação financeira dos brasileiros atingiu R$ 240,279 bilhões (novo recorde histórico). Com os bons indicadores de emprego e renda, há expectativa de que as cadernetas continuem com captação positiva nos próximos meses.  A captação de fevereiro foi 16,84% maior que a registrada em igual mês de 2007, quando a caderneta recebeu R$ 1,188 bilhão em novos depósitos. De acordo com especialistas, clientes antigos têm reforçado as aplicações porque a poupança mantém a competitividade ante os fundos de investimentos. Com a redução da Selic, a taxa básica de juros da economia, tem ocorrido também migração de aplicações de investidor que colocavam o seu dinheiro nos chamados fundos DI, atrelados à taxa básica de juros definida pelo Banco Central. Em janeiro, os depósitos somaram R$ 91,837 bilhões e superaram os saques que atingiram R$ 90,449 bilhões. As cadernetas tiveram, ainda, o acúmulo de R$ 1,231 bilhão de rendimento dos depósitos existentes. Desde setembro de 2006, a caderneta vem apresentando captação liquida.

Tudo o que sabemos sobre:
Poupança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.