Poupança da Caixa fecha 2006 com ganho de R$ 2,5 bilhões

A caderneta de poupança da Caixa Econômica Federal (CEF) terminou 2006 com uma captação positiva de aproximadamente R$ 2,5 bilhões. O resultado foi impulsionado pelo ganho de R$ 1,4 bilhão obtido somente no último mês do ano passado. "Esses valores, tanto o realizado em dezembro quanto o total do ano, são os maiores registrados nos últimos cinco anos", informou a Caixa em nota divulgada nesta terça-feira. O saldo das aplicações em poupança da instituição aumentou 12,8% durante o ano passado e ficou em R$ 59,8 bilhões. Com a elevação, a participação da Caixa no mercado foi elevada de 31,43% para 32,18% e reforçou sua posição de liderança.Para a Caixa, as reduções de 4,75 pontos porcentuais da taxa básica de juros, a Selic (atualmente em 13,25% ao ano), desde setembro de 2005 contribuíram de forma favorável para o aumento das captações da poupança. "Isto porque a taxa Selic atinge diretamente o rendimento dos CDBs e fundos de investimento de varejo baseados em CDI", diz a nota da Caixa. Para os próximos 12 meses, a Caixa estima que a rentabilidade da poupança será de aproximadamente 8,21%. O porcentual, de acordo com a instituição, é maior que o pago por outras modalidades de investimento. A atratividade da poupança ainda é reforçada por ela ser isenta do imposto de renda, do IOF e da CPMF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.