Poupança fecha 2004 com captação líquida de R$ 4,5 bilhões

Graças à recuperação da economia que levou as pessoas a terem um pouco mais de dinheiro no final do ano, a caderneta de poupança fechou 2004 com uma captação líquida positiva de R$ 4,5 bilhões. A maior parte do dinheiro depositado veio do 13º salário, o que fez com que dezembro fosse disparado o melhor mês do ano, com captação líquida positiva de R$ 3,548 bilhões. Na captação líquida da poupança o Banco Central inclui os rendimentos creditados às contas, além da diferença entre depósitos e saques.Em 2003, mesmo o bom desempenho de dezembro, que foi positivo em R$ 2,378 bilhões, não foi suficiente para reverter os saques superiores aos depósitos que ocorreram em todos os meses do ano, exceto novembro e dezembro. A caderneta de poupança fechou 2003 com uma captação líquida negativa de R$ 10,427 bilhões.No ano passado o comportamento da caderneta foi um pouco melhor e a captação líquida foi também positiva nos meses de maio, junho e julho, além de novembro e dezembro. Contando com o rendimento creditado às contas, correspondente à Taxa Referencial de Juros (TR) mais 6% ao ano, o saldo das cadernetas de poupança saltou de R$ 143,056 bilhões em dezembro de 2003 para R$ 159,043 bilhões em dezembro de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.