Poupança perde recursos pelo oitavo mês consecutivo

A caderneta de poupança continua perdendo recursos. Em maio, os saques efetuados pelos poupadores superaram os depósitos em R$ 1,62 bilhão. Esse foi o oitavo mês consecutivo que a caderneta registra captação líquida negativa. Na avaliação dos técnicos do Banco Central (BC), isso reflete a procura por aplicações de maior rentabilidade, já que, enquanto os depósitos na poupança estão minguando, os fundos de investimento registram crescimento na captação.No mês passado, o total de depósitos na caderneta foi de R$ 44,4 bilhões contra saques de R$ 46 bilhões. ?Já os fundos de investimento registraram uma captação líquida de cerca de R$ 5 bilhões no período?, afirma um técnico do BC. Desde outubro do ano passado, a poupança vem perdendo recursos. Somente este ano, as retiradas líquida somam R$ 9,1 bilhões. Nos últimos oito meses foram R$ 9,5 bilhões de perda. O que impede uma queda mais forte no saldo total das aplicações em poupança são os rendimentos incorporados mês a mês.Com isso, o saldo da caderneta, que estava em R$ 137,4 bilhões no final de setembro do ano de 2002, quando se acentuaram os saques, passou para R$ 136,8 bilhões no mês passado. Em abril, esse estoque era de R$ 137,3 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.