Poupança tem rendimento negativo

A caderneta de poupança, que teve rendimento de 0,655% ao mês entre 1º de julho e 1º de agosto, frente a uma inflação de 1,4% ao mês, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Com isso, as aplicações em poupança voltaram a diminuir. Mesmo considerando a metodologia de cálculo implantada pelo Banco Central (BC) em agosto do ano passado, o volume de recursos da poupança foi negativa em R$ 49,23 milhões. Essa nova metodologia calcula a diferença entre depósitos e saques e depois acrescenta os rendimentos creditados. No mês anterior, pela mesma metodologia, a poupança tinha apresentado um saldo líquido positivo de R$ 652,230 milhões. Os dados foram divulgados pelo BC.Poupança está perdendo espaço para os fundos de investimentosSegundo os técnicos do Banco Central a poupança vem perdendo recursos seguidamente porque não está tendo condições de competir com o seu grande rival no mercado, que são os fundos de investimento. Com liquidez, rendimento diário e facilidades de aplicação e resgate, os fundos ficaram muito atrativos para os investidores. Por isso é que, enquanto a poupança perde recurso, os fundos de investimento financeiro apresentaram, até o dia 28 de julho, uma captação líquida positiva de R$ 6,5 bilhões, segundo o BC.Este ano a captação da poupança, mesmo pelo critério de cálculo do BC, acumula uma captação negativa. Nos sete meses já apurados do ano a poupança só foi positiva em janeiro e junho. A perda, pelos cálculos do BC, é de R$ 296,271 milhões. Se for considerado apenas a diferença entre saques e depósitos a poupança já acumula, nos primeiros sete meses de 2000, uma perda de R$ 5,526 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.