Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

coluna

Carolina Bartunek no E-Investidor: 5 tendências prejudiciais para quem investe em ações

Saques da poupança ultrapassam R$2 bi em outubro, diz BC

Saldo interrompe sequência positiva de cinco meses. Ainda assim, resultado foi o melhor para o mês desde 2014

Reuters

07 de novembro de 2017 | 16h28

Os poupadores da caderneta de poupança sacaram mais do que depositaram em outubro. A saída líquida foi de R$ 2,007 bilhões no período, divulgou o Banco Central nesta terça-feira, 7, interrompendo uma sequência de cinco meses de resultados positivos.

Ainda assim, o resultado foi o melhor para o mês desde 2014, quando houve entrada líquida de R$ 540,345 milhões.

No mês, os saques superaram os depósitos em R$ 1,668 bilhão no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), enquanto na poupança rural houve saída de R$ 338,954 milhões.

++ Poupança já encosta no rendimento da renda fixa

Com o resultado do mês, o saldo negativo no acumulado dos 10 primeiros meses no ano subiu a R$ 6,164 bilhões.

Assim como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), a poupança é utilizada para financiamentos imobiliários. Até julho deste ano, as operações com recursos da poupança (SBPE) totalizaram R$ 20,6 bilhões no primeiro semestre deste ano, montante 9,1% inferior ao registrado em igual intervalo de 2016, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). 

Foram financiadas, com recursos das cadernetas de poupança, 82,5 mil unidades entre aquisições e construções no período, recuo de 17,9% em relação à primeira metade de 2016, quando 100,5 mil imóveis foram financiados. 

Tudo o que sabemos sobre:
Caderneta de Poupança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.