Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Poupança tem saldo negativo de R$ 149 mi

Depois de alguns meses com os depósitos superando os saques, em outubro as cadernetas de poupança apresentaram saldo negativo de R$ 149 milhões. A captação líquida só não ficou negativa graças a contabilização dos rendimentos de R$ 915,343 milhões como depósitos em poupança. Com isso, o ganho da poupança no mês foi de R$ 766 milhões. O valor divulgado ontem pelo Banco Central (BC) ficou abaixo do R$ 1,878 bilhão de setembro, mas superou os R$ 309,410 milhões de outubro do ano passado.Normalmente, a poupança sofre altos e baixos durante todo o ano, com pequeno volume de depósitos e saques, e passa a ter investimentos mais expressivos em dezembro, por causa do 13.º salário. Neste ano, o comportamento da poupança foi diferente, com ganhos expressivos a partir de junho, por causa das mudanças nos Fundos de Investimento Financeiros (FIFs).Os dados do BC comprovam a migração de recursos. Enquanto a poupança ganhava investimentos vultosos, os FIFs perdiam dinheiro. Agora, afirmam os técnicos, essa situação se inverteu e os fundos voltam a ganhar recursos. Pelos dados disponíveis até 30 de outubro, a captação líquida dos fundos atingiu R$ 6,384 bilhões, o que elevou o patrimônio líquido desse tipo de aplicação para R$ 311,632 bilhões.Os depósitos em contas de poupança no mês passado, de acordo com os dados do BC, somaram R$ 45,955 bilhões, mais do que os R$ 43,562 bilhões de setembro. Mas os saques também aumentaram, de R$ 42,616 bilhões em setembro para R$ 46,104 bilhões em outubro. O saldo das aplicações em caderneta de poupança fechou outubro em R$ 138,159 bilhões (em setembro, foi de R$ 137,393 bilhões).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.