finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Povo deve esperar solução para conta de energia, diz Lobão

Ministro afirma que governo está verificando com a Aneel se houve erro no reajuste das tarifas nos últimos anos

Agência Estado,

06 de novembro de 2009 | 13h58

O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, disse nesta sexta-feira, 6, em Salvador, que a população deve confiar no governo e esperar a solução para o caso da cobrança indevida de tarifas de energia elétrica - que vem ocorrendo desde 2002, segundo apurado pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Veja também:

linkGoverno vê pouca chance de devolver diferença de tarifas

linkEm 1 mês, Aneel concluirá cálculo sobre tarifas de luz 

 

"Junto com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), estamos estudando a situação com todo o cuidado, vendo se há, de fato, problemas, como tudo indica que há", contou Lobão. "No que se verificar que o consumidor foi prejudicado, ele deve ter uma solução daqui para frente, ficando o passado para ser mais bem examinado, mas com rapidez."

 

Quando perguntado se seria o caso de consumidores entrarem na Justiça buscando ressarcimento do que teriam pagado a mais nas contas, Lobão avaliou que é "mais conveniente esperar e confiar na Aneel e no governo". "Se existe um problema, nós vamos procurar a solução", afirmou o ministro.

Tudo o que sabemos sobre:
tarifaenergiaEdison Lobão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.