Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

PPA trará indicações da política industrial do governo Lula

O Plano Plurianual (PPA), a ser apresentado ao Congresso em 29 de agosto, trará as primeiras indicações da política industrial do governo Lula, afirmou o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan. Ele disse que 20 setores já foram escolhidos no Fórum de Competitividade para ganharem políticas industriais setoriais e que representantes de 11 deles já tiveram reuniões com os ministérios envolvidos na elaboração das ações. "Estamos mantendo um diálogo com os ministros Palocci (Antonio Palocci, da Fazenda) e Mantega (Guido Mantega, Planejamento) para discutir o que será feito", disse. Furlan afirmou que os primeiros projetos de crescimento econômico para o País, que já terão componentes de políticas setoriais, serão lançados em julho e agosto. Segundo ele, serão propostas tanto para o setor privado quanto ações do governo, envolvendo projetos de infra-estrutura, recuperação e manutenção de estradas (voltadas principalmente ao escoamento da safra agrícola e da produção industrial) e construção de habitações populares. Segundo ele, esses projetos detonarão o processo de crescimento econômico e do emprego. Furlan não deu números, mas afirmou que somente o crescimento de US$ 8 bilhões projetado para as exportações deste ano poderão abrir 600 mil postos de trabalho e provocar um crescimento de 1,5% a 2% do PIB.

Agencia Estado,

13 de maio de 2003 | 13h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.