carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Pratini não descarta confisco de estoques de milho

O ministro da Agricultura e Abastecimento, Marcus Vinícius Pratini de Moraes, afirmou hoje em entrevista coletiva que "não descarta" a possibilidade de confisco de estoques privados de milho, caso a especulação no setor continue agindo. Para realização deste confisco, o ministro se apoiaria na Lei Delegada número 4."Houve muita especulação com o milho e a decisão do Ministério foi promover a aquisição para atender prioritariamente as necessidades de abastecimento do Nordeste. Não descarto nenhuma opção para conter a especulação. Optamos por enquanto por uma saída onde o problema é mais agudo. Se os produtores não soltarem o milho, podemos buscar outras soluções", disse.Pratini afirmou, entretanto, não acreditar que haja necessidade de tal medida. "Andei conversando com lideranças de cooperativas no Paraná e fui informado que existem 20 mil toneladas de milho para serem colocadas no mercado e outras 200 mil que devem entrar logo em seguida com o início de produção no estado. Não há razão para esta exacerbação", declarou o ministro em entrevista que antecedeu a abertura da reunião da Comissão de Febre Aftosa e Outras Epizootias no Rio de Janeiro.

Agencia Estado,

25 de novembro de 2002 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.