seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Pratini vai aos EUA reclamar da Farm Bill

O ministro da Agricultura, Pratini de Moraes, dá início, na próxima terça-feira, em Washington, a uma série de reuniões com autoridades americanas e representantes do setor privado daquele país, para reclamar das subvenções concedidas pelos EUA por meio da sua nova lei agrícola (Farm Bill).Aprovada na semana passada, a nova legislação prevê a concessão de mais de US$ 412 bilhões aos agricultores americanos nos próximos 10 anos. O primeiro encontro será com a secretária de Agricultura dos Estados Unidos, Ann Venemann.Na reunião, que está marcada para as 16 horas, além da Farm Bill, o ministro também irá tentar negociar a abertura do mercado americano para as exportações de carne bovina ?in natura?. Se os EUA comprassem o produto, as vendas externas brasileiras poderiam superar largamente o US$ 1,2 bilhão obtido com exportações no ano passado.Depois da conversa com Ann Venemann, o ministro Pratini de Moraes se reunirá com o diretor do Meat Importers Council of America (MICA), Peter Maloney. O MICA congrega os maiores importadores de carne dos Estados Unidos. A reunião será às 15 horas na sede da Embaixada do Brasil, em Washington.Depois do encontro com Peter Maloney, o ministro se reunirá (às 16 horas) com o diretor-executivo do International Cotton Advisory Committee (ICAC), Terry Towsend. Na reunião o ministro vai contestar as subvenções concedidas aos produtores de algodão americanos.Além de reduzir os preços no mercado externo, a política americana já provocou a redução da produção brasileira de algodão em cerca de 18% nesta safra. Na quinta-feira, dia 23, Pratini abrirá, às 9 horas, o seminário ?Science and Technology for Agricubusiness: US-Brazil Cooperation?, no Wooddrow Wilson Internacional Center, em Washington.Pratini de Moraes também visitará, na manhã da quarta-feira, dia 22, às 9h30min, em Beltsville, o Labex-EUA, primeiro laboratório da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no exterior. O Labex, em parceria com o Serviço de Pesquisa Agrícola do USDA dos EUA, tem o objetivo de fortalecer a ampliar a cooperação científica e tecnológica das duas instituições e de universidades brasileiras e americanas. No fim da semana o ministro retorna ao Brail.

Agencia Estado,

17 de maio de 2002 | 19h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.