José Cruz/Agência Brasil
José Cruz/Agência Brasil

'Prazo mais factível para votar reforma na Comissão é 27 de junho', diz Ramos

Nesta quarta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que seria possível votar já em 25 de junho

Idiana Tomazelli, Mariana Haubert e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2019 | 18h43

BRASÍLIA - O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), disse considerar mais factível votar a proposta no colegiado em 27 de junho. Nesta quarta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que seria possível votar já em 25 de junho. No entanto, as festas juninas devem ser um obstáculo para se obter quórum.

Maia minimizou o impacto que o feriado da próxima semana e as festividades de São João podem ter no calendário da reforma. Na sua previsão, a comissão especial deve votar a proposta em 25 de junho e o plenário da Casa deve analisá-la na primeira semana de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.