Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Prazo para concluir acordo está terminando, diz OMC

O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, afirmou que o prazo para a conclusão de um acordo mundial de livre comércio está terminando e que serão necessárias ações concretas para atingir esse objetivo. "O tempo está acabando e não é plausível neste estágio analisar os problemas sem levar em consideração o trabalho e as realizações dos últimos oito anos", afirmou Lamy durante o discurso de abertura da Conferência Ministerial da OMC.

GUSTAVO NICOLETTA, Agencia Estado

30 de novembro de 2009 | 14h18

O encontro, que não era realizado desde 2003, é um dos eventos mais importantes da OMC, pois reúne autoridades dos países integrantes para debater e decidir consensualmente sobre acordos multilaterais. Os participantes do órgão, porém, decidiram que a Rodada Doha - cujo objetivo é concretizar um acordo global para o livre-comércio - não estaria na pauta oficial da reunião. "O fato de Doha não estar na agenda mostra que não há perspectiva de acordo", segundo Romain Benicchio, especialista em comércio da Oxfam.

As negociações da Rodada Doha - lançadas em 2001 - chegaram a um impasse em decorrência de discordâncias entre países desenvolvidos e em desenvolvimento sobre cortes nos subsídios agrícolas e nas tarifas de importação de produtos industrializados.

Em diversas ocasiões neste ano, os líderes mundiais assumiram o compromisso de chegar a um acordo até 2010, mas houve pouco progresso nesse sentido até agora. Lamy alertou que há risco de o prazo ser ultrapassado se as negociações não forem aceleradas.

"A hora da verdade está se aproximando rapidamente e teremos de decidir se a meta de 2010 pode ser cumprida. Os líderes políticos são praticamente unânimes quanto à intenção de cumpri-la, mas a reafirmação não é suficiente", acrescentou. "Agora precisamos de ações concretas e práticas para tapar os buracos." As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
OMCcomércio exteriorPascal Lamy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.