Pré-pagos: cadastro pode ser prorrogado

A quatro dias do fim do prazo para o cadastramento dos celulares pré-pagos, no domingo, o governo do Estado já admite a possibilidade de essa data ser prorrogada. Representantes do governo e das empresas operadoras de celulares vão se reunir até o final desta semana para fazer um balanço do atual cadastramento. Caso os números sejam considerados satisfatórios, o governo deverá anunciar as sanções impostas aos proprietários que não aderiram ao chamado geral. Caso contrário, o prazo do cadastramento poderá ser estendido em até 90 dias - conforme prevê o parágrafo 2º da lei 11.058. Apesar da polêmica, porém, a lei que obriga operadoras de São Paulo a manter um cadastro dos pré-pagos está prestes a se tornar nacional. Esta semana, projeto semelhante foi aprovado no Senado, seguindo agora para apreciação na Câmara dos Deputados. Se passar, as concessionárias de todo o País estarão obrigadas a adotar a medida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.