Preço ao consumidor sobe em janeiro na zona do euro

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) nos 16 países que utilizam o euro subiu em janeiro à taxa mais forte em 11 meses, mas o núcleo da inflação teve a maior queda mensal já registrada, de acordo com dados finais oficiais. A Eurostat afirmou que a inflação se acelerou para 1,0% em janeiro ante janeiro do ano passado, em comparação com a alta de 0,9% em dezembro ante dezembro de 2009. O número ficou em linha com a leitura preliminar e com o consenso das estimativas do mercado.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2010 | 08h35

No entanto, em uma base mensal, o CPI caiu 0,8% em janeiro, a maior queda desde janeiro do ano passado e levemente maior do que a queda de 0,7% esperada pelos economistas. Em dezembro, o CPI da zona do euro havia subido 0,3% ante novembro. O recuo mensal foi movido por preços baixos para roupas, pacotes de viagens e calçados, segundo a Eurostat.

Os dados também mostraram que o núcleo da inflação - que exclui os preços da energia, alimentos, álcool e tabaco - caiu 1,5% em janeiro, a maior queda mensal desde que os registros começaram a ser feitos, em 1996. A taxa anual de crescimento do núcleo diminuiu para 0,9% em janeiro, de 1,1% em dezembro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
inflação, zona do euro, CPI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.