Preço da cesta básica cai 0,44% em São Paulo

Na primeira semana do mês de março, o valor da cesta básica teve queda de 0,44%, revela pesquisa diária da Fundação Procon, vinculada à Secretaria da Justiça do Governo do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 01/03/2001 era R$139,80, passou para R$ 139,19 em 08/03/2001. O grupo de alimentação e de higiene pessoal apresentaram queda de 0,53% e 2,89%, respectivamente. Já o grupo de limpeza apresentou alta de 2,45%. A variação acumulada, no mês de março, apresenta alta de 0,37% (base 23/2/2001). Nos últimos 30 dias, a alta foi de 1,20% (base 8/2/2001). No ano, a cesta apresentou queda de 1,58% (base 29/12/2000), e nos últimos 12 meses, alta de 6,10% (base 03/03/2000).No período de 2/3/2001 a 8/3/2001, os produtos que mais subiram foram: queijo muzzarela fatiado (4,57%); sabão em pó (3,60%); água sanitária cândida (3,33%); biscoito maizena (2,63%); alho (2,41%). As maiores quedas foram: lingüiça fresca (7,51%); salsicha avulsa (6,80%); absorvente (5,32%); papel higiênico fino (4,20%); sabonete (3,13%).Nesta semana, os supermercados com os melhores preços da Cesta Básica foram: Barateiro (R. das Palmeiras, 187- S. Cecília), no Centro; Andorinha (Av. Parada Pinto, 2262 - V. Amália), na zona norte; Estrela Azul (Pç. Porto Ferreira, 48 - V. Guilhermina), na zona leste; Barateiro (R. Ibirarema, 100 - B. Saúde), na zona sul; Castanha (Pç. Sta. Edwiges, 29 - V. Remédios), na zona oeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.