Preço da cesta básica cai em 11 capitais do Brasil em setembro

Em outras seis cidades, foi observado encarecimento dos produtos

Flavio Leonel, Agência Estado

07 de outubro de 2014 | 14h07

O preço médio da cesta básica apresentou queda em setembro, na comparação com agosto, em 11 das 18 capitais do País pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Segundo a Pesquisa Nacional de Cesta Básica, divulgada há pouco pela instituição, as quedas mais expressivas no valor do conjunto de produtos alimentícios essenciais foram observadas em Recife (-1,99%), São Paulo (-1,39%), Natal (-1,18%), Campo Grande (-1,13%) e Salvador (-1,02%).

As altas na cesta básica em setembro foram apuradas em Goiânia (1,36%), Aracaju (1,15%), Brasília (1,10%), Porto Alegre (0,62%), Manaus (0,26%) e Florianópolis (0,04%). Em Belo Horizonte, o valor quase ficou estável, com uma leve variação positiva de 0,01%. No Rio de Janeiro, a cesta caiu 0,26%.

Entre janeiro e setembro de 2014, 11 capitais apresentaram alta no valor da cesta básica. As elevações mais fortes ocorreram em Aracaju (7,57%), Florianópolis (6,71%), Recife (3,82%), João Pessoa (3,77%) e Brasília (3,73%). As reduções foram verificadas em Campo Grande (-5,37%), Belo Horizonte (-2,79%), Natal (-2,18%), Manaus (-1,70%), Salvador (-0,57%), Porto Alegre (-0,46%) e Curitiba (-0,08%). Em São Paulo e no Rio de Janeiro, houve aumento de 1,80% e de 3,57%, respectivamente.

No acumulado de 12 meses até setembro de 2014, um total de 16 cidades contou com aumento na cesta básica, com destaque para Florianópolis (21,23%), Rio de Janeiro (10,55%) e Vitória (8,88%). As retrações no período ocorreram em Campo Grande (-1,91%) e Manaus (-0,60%). Em São Paulo, houve alta de 6,75%, em Brasília houve variação positiva de 8,84% e, em Belo Horizonte, avanço de 2,56%.

O Dieese realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica nas cidades de Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Vitória. 

Tudo o que sabemos sobre:
inflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.